Foto: Lucian Pichetti

A greve dos caminhoneiros chegou hoje ao 10º dia nas rodovias do Paraná. A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) informa que há 181 pontos de protestos nas estradas estaduais.

A última atualização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é de ontem (29), no fim da tarde, quando foram contabilizados 107 pontos de protestos em estradas federais.

Apoio militar

Desde ontem veículos do exército tem ajudado a liberar rodovias e a escoltar caminhões com combustível, ração animal, medicamentos, entre outros produtos considerados essenciais. Nesta manhã, 250 homens do Quartel do Exército de Apucarana, no Norte do Estado, saíram com carros blindados para liberar as BRs 376 e 369. As equipes devem atuar também nos municípios de Mauá da Serra, Maringá, Paranavaí e Londrina.

Aeroportos desabastecidos

Por falar em Londrina, o aeroporto da cidade está com falta de combustível. A informação foi divulgada pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) na noite desta terça.

O Aeroporto de Foz do Iguaçu, no Oeste, ficou sem combustível ontem.

Abastecimento

Apesar da greve dos caminhoneiros e dos petroleiros na manhã de hoje, os caminhões com combustíveis continuam saindo normalmente da Central de Distribuição da Refinaria Getúlio Vargas (Repar), em Araucária.

Hoje outra categoria entrou em greve, os petroleiros.

Repórter Lucian Pichetti

Deixe uma mensagem