Foto: Prefeitura Municipal de Balsa Nova

O prefeito Luiz Cláudio Costa (MDB), de Balsa Nova, município da Região Metropolitana de Curitiba, foi condenado a perder o cargo. Os  motivos são atos de improbidade administrativa, referentes a funcionários da prefeitura.

Segundo o Ministério Público do Paraná, o prefeito mantinha no quadro de pessoal vários servidores, com cargos em comissão, que não atuavam em atividades de direção, chefia ou assessoramento. Nomeações com este perfil são ilegais.

De acordo com a promotoria, muitos servidores tinham qualificação profissional incompatível com o cargo ocupado. Além disso, eles não exerciam hierarquia sobre os colegas.

A condenação ainda prevê a suspensão dos direitos políticos, por três anos; e pagamento de multa, equivalente a dez vezes o salário, que é de R$ 15 mil.

Ainda cabe recurso da decisão da juíza Maria Serra Carvalho, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Campo Largo.

Procurado pela CBN Curitiba, o prefeito de Balsa Nova, Luiz Claudio Costa (MDB), informou que recebeu a notícia da sua condenação com tranquilidade e afirmou que os termos utilizados pelo Ministério Público não representam a realidade, já que a denúncia de improbidade administrativa foi acolhida parcialmente.

Sobre os atos de improbidade, o prefeito afirmou que vem desde 2012 demitindo servidores comissionados e realizando concursos para contratação de novos funcionários. O prefeito informou ainda que vai recorrer em todas as instâncias possíveis e afirma não ter feito nada de errado.

Repórter Marcelo Ricetti