Foto: Fábio Buchmann
Terrazza Panorâmico

Acontece nesta segunda (19) e terça-feira (20), em Curitiba na Universidade Positivo, o 1º encontro Ibero-Americano da Agenda 2030 no Poder Judiciário, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Entre os objetivos do encontro, que foi aberto pelo presidente do CNJ e presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Ministro Dias Toffoli, estão o fortalecimento, incentivo e parceria entre os poderes judiciários de todos os países ibero-americanos, a troca de experiências e o diálogo entre as instituições, o desenvolvimento de indicadores para unificação das métricas do poder judiciário e o incentivo a pesquisa, estudos de caso e levantamento de boas práticas no judiciário.

O presidente do CNJ, Ministro Dias Toffoli destacou na abertura do encontro os esforços do judiciário brasileiro para levar uma justiça mais célere e eficaz à população brasileira.

Um dos temas que será debatido no evento está à importância da integração de dados do registro civil para prevenção de fraudes previdenciárias. O assunto é objeto de estudo do Centro Nacional de Inteligência da Justiça Federal e foi desenvolvido pelo Centro Local de Inteligência de Pernambuco e classificado na segunda fase do Prêmio Innovare, que seleciona e premia boas práticas do judiciário brasileiro.

A agenda global 2030 tema central do encontro, é um compromisso assumido por líderes de 193 países, coordenado pelas Nações Unidas.

São 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas a serem atingidas no período de 2016 a 2030, na efetivação dos direitos humanos e promoção do desenvolvimento das nações.

Repórter Vanessa Fernandes