Operação investiga ex PM por comércio ilegal de armas e formação de milícia

gaeco

A operação Pipeline II do Ministério Público prendeu uma pessoa e expediu mando de prisão a um ex policial militar, nesta terça-feira. A ação investiga comercio ilegal de armas e formação de milícia.
Essa fase da operação é um desdobramento da investigação que começou em julho e resultou na prisão de dois homens em Rio Branco do Sul, sendo um deles policial militar, acusados de assalto à mão armada, conforme explica o procurador de Justiça e coordenador estadual do Gaeco, Leonir Batisti.

A operação Pipeline II deflagrada nesta terça-feira, desencadeada pelo Gaeco em conjunto com a Polícia Militar, cumpriu nove mandados de busca e apreensão em Curitiba, Almirante Tamandaré, Itaperuçu, Colombo e Campo Magro. Uma pessoa foi presa em flagrante por posse ilegal de armas e munições. Há suspeita de que mais PMs estejam envolvidos.

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo Juízo Criminal de Almirante Tamandaré. Além das armas e munições que levaram ao flagrante, foram apreendidos um computador, celulares e documentos.

Também foi apreendido em uma chácara um veículo suspeito de ter sido usado em um homicídio há cerca de dois meses. Os alvos da operação são cinco pessoas, dentre as quais um ex-policial militar e um empresário ligado ao ramo de segurança.

Repórter Francine Lopes



Categorias:Polícia

Tags:, , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: