Prefeito afastado de Foz do Iguaçu é denunciado pelo Ministério Público Federal

Foto: Prefeitura de Foz do Iguaçu

Foto: Prefeitura de Foz do Iguaçu

O prefeito afastado de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, foi denunciado pelo Ministério Público Federal. O político do PSB está em prisão domiciliar desde o mês passado para não atrapalhar as investigações.

A denúncia de mais de 470 páginas acusa o político de vários crimes. Entre eles corrupção ativa e passiva, peculato (desvio de dinheiro público), fraudes em licitações, usurpação de função pública e formação de organização criminosa. O Ministério Público também acusa Reni Pereira do crime de coação durante o inquérito policial e a ação penal.

A denúncia é fruto da 4ª fase da Operação Pecúlio. Reni Pereira é apontado como líder de um esquema de fraude a licitações e pagamento de propina na Prefeitura de Foz do Iguaçu, que teria causado um prejuízo aos cofres públicos superior a R$ 4 milhões.

Por ter prerrogativa de foro, a denúncia contra o político vai ser analisada no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre (RS). A defesa de Reni Pereira não quis comentar o assunto. O gestor deve apresentar a defesa antes do tribunal analisar se recebe ou não a denúncia. Se a denúncia do MPF for aceita, o prefeito afastado de Foz do Iguaçu virará réu em ação penal.

Repórter Ana Krüger



Categorias:Polícia

Tags:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: