Dilma Rousseff defende realização de plebiscito sobre novas eleições e reforma política

Foto: Ana Kruger / CBN Curitiba

Foto: Ana Kruger / CBN Curitiba

Em Curitiba, a presidente afastada Dilma Rousseff defendeu a realização de um plebiscito. A população seria consultada sobre a convocação de novas eleições diretas e sobre uma reforma política.

O discurso da presidente afastada Dilma Rousseff aconteceu na noite desta segunda feira (8) e fez parte da programação do “Circo da Democracia”. Desde a última sexta (5), a lona do circo paranaense Zachettini está montada na Praça Santos Andrade, no centro de Curitiba.

O circo se inspira no “Circo da Constituinte” realizado em 1987. Na época a lona também foi montada na Santos Andrade e promoveu o debate da nova constituição.

A segurança no local foi reforçada. Foi permitida a entrada de cerca de 600 pessoas que se inscreveram e tiveram que passar por uma minuciosa revista. Nas escadarias da Universidade Federal do Paraná, e ao redor da tenda, as centenas de pessoas que ficaram de fora acompanharam tudo por um telão.

O discurso de Dilma durou quase uma hora e teve tom de campanha. Nesta terça feira (8) o Senado começa a discutir se vai dar andamento ao processo de impeachment.

A proposta do plebiscito seria uma tentativa de Dilma conseguir novos aliados e tentar frear ou ao menos mudar os rumos do processo de impeachment.

A presidente afastada sugeriu a consulta à população sobre duas questões: a convocação de novas eleições diretas e a reforma política. Dilma criticou a quantidade de partidos. Segundo ela, muitas legendas seriam apenas fachadas para mascarar negociações políticas.

No palco, Dilma estava acompanhada da senadora Gleisi Hoffmann, do PT, do senador Roberto Requião, do PMDB, e da ex-ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci.

Durante todo o discurso, Dilma aproveitou para classificar como golpe o processo de impeachment e para criticar o governo interino de Michel Temer.

Além de Dilma, discursaram representantes de movimentos sociais, a poeta paranaense, Alice Ruiz, e o ex-presidente da OAB, Marcelo Lavenére. O advogado foi o autor do processo de impeachment do ex-presidente Collor e fez duras críticas ao judiciário, principalmente ao juiz Sergio Moro.

O Circo da Democracia mescla cultura e política e promove uma série de debates até o dia 15 de agosto. O evento é organizado por cerca de cem entidades. A entrada no Circo da Democracia é gratuita.

Repórter Ana Kruger



Categorias:Política

Tags:, , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: