Coluna de Renato Follador: Presente para um pai

Quando um pai presenteia um filho, ambos riem; quando um filho presenteia o pai ambos choram.
Isto se chama gratidão e reconhecimento.
Nenhum pai faz algo por um filho que não seja por amor.
Me perguntaram certa vez o que muda quando nos tornamos pais e eu disse que o pai deixa de pensar só no presente e passa a pensar no futuro, não dele, mas daquela criatura pela qual se responsabilizou nesta vida.
Uma das coisas que mais têm confirmado esse meu pensamento é a procura dos pais por uma previdência privada para os filhos.
E se prestarmos atenção, este ato de depositar um dinheiro todo mês para os filhos significa que o pai está abrindo mão de consumir para ele mesmo no presente para garantir um futuro melhor para o filho.
Olha, sempre achei que o melhor presente que podemos dar a um filho é o presente de nós mesmos, fisicamente, mas também financeiramente.
E qual seria o melhor presente que poderíamos dar a um pai? O mesmo. O presente de nós mesmos filhos, a companhia na velhice e um gesto muito simples, raro nos dias de hoje: um abraço. Sim, um abraço de reconhecimento e gratidão.
E diante das aposentadorias miseráveis, mesmo sem ele pedir, ajuda financeira para viver com dignidade os anos que lhe restarem.



Categorias:Renato Follador - Previdência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: