STJ nega recurso de Carli Filho que tentava suspender júri

CARLI

O ex-deputado estadual Fernando Ribas Carli Filho poderá ir a júri popular. A decisão depende agora do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, que analisa um dos recursos impetrados pela defesa de Carli.

Nesta semana o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou a liminar que tentava suspender o júri popular.

Carli Filho é acusado pela morte de Gilmar de Souza Yared e Murilo de Almeida em um acidente de trânsito que ocorreu em 2009. Ele responde por duplo homicídio, com dolo eventual e caso seja condenado a pena pode chegar a 20 anos.

O júri popular já estava marcado para os dias 21 e 22 de janeiro deste ano, mas o ministro Ricardo Lewandowski, do STF, atendeu a um pedido da defesa de Carli e suspendeu o júri uma semana antes da data marcada.



Categorias:Geral

1 resposta

  1. A ex- ministra Eliana Calmon acertou em cheio: “há muitos bandidos de toga” no Brasil. A qualquer momento a sociedade pode entender que “paciência tem limites” e começar a “fazer o que é completamente errado que é “fazer justiça com as próprias mãos” por não aguentar mais essa pouca vergonha!.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: