Dois motoristas excedem a velocidade máxima permitida a cada minuto na Linha Verde

Foto: Ricardo Almeida/SMCS (arquivo)

Foto: Ricardo Almeida/SMCS (arquivo)

Cômico, não fosse trágico. O trânsito de Curitiba está cheio de Marcos tacando-le o pau nos carrinhos. E a Linha Verde, o trecho urbano da BR–116, é apenas uma das regiões que se transforma em pista de corrida. São muitos encarnando pilotos de Fórmula 1.

A Polícia Rodoviária Federal flagrou um veículo transitando a uma velocidade de 132 km/h na Linha Verde em Curitiba, quase o dobro do limite máximo de 70 km/h estabelecido para o local.

A imagem, registrada no bairro Tarumã, foi divulgada nesta quarta-feira pela PRF. O motorista de um veículo Citroën Xsara Picasso, cometeu infração gravíssima, punida com multa de R$ 574 e sete pontos na carteira nacional de habilitação.

Por ter superado em mais de 50% o limite máximo da via, ele responderá ainda a um processo administrativo de suspensão do direito de dirigir. A suspensão pode durar de dois a seis meses. Em casos de reincidência, o prazo máximo sobe para 18 meses.

Na última segunda-feira (22), em apenas uma hora de fiscalização com radar móvel, a PRF flagrou 120 veículos acima da velocidade máxima –o equivalente a dois por minuto. Vários deles transitavam acima de 100 km/h.

Nas imediações do mesmo local, semanas atrás, uma mulher de 28 anos de idade morreu atropelada quando tentava atravessar a rodovia.

A CBN percorreu alguns trechos da Linha Verde na manhã desta quarta-feira. Não foi preciso rodar muito para encontrar pessoas que são testemunhas da falta de respeito às leis de trânsito.

Roberto Adaime é proprietário de uma oficina mecânica que fica em uma das marginais do trecho urbano da BR–116. Ele diz que não são só os motoristas de carros de passeio que ultrapassam a velocidade. Caminhoneiros também costumam trafegar literalmente com o pé embaixo

Leandro Ribeiro trabalha em um comércio que fica na Linha Verde,  na região do Cristo Rei. No trecho a velocidade média na Linha Verde não costuma ser muito alta, já que o fluxo de veículos é intenso.

Mas, segundo ele, os proprietários de carros esportivos usam as marginais para driblar o tráfego na rodovia.

É claro, aproveitando a potência dos carrões

Euclides Galego também trabalha em uma loja na marginal da Linha Verde. Além dos carrões possantes, motociclistas, principalmente aqueles com as motos de corrida, também abusam da velocidade

No trecho em obras da Linha Verde, também há desrespeito. A CBN ficou próxima a um sonorizador, onde existem equipes trabalhando na pista. A velocidade de alguns veículos, principalmente caminhões é assustadora

De acordo com a PRF, o excesso de velocidade está entre as principais causas de acidentes graves em perímetros urbanos de rodovias federais. Outros fatores importantes são a desatenção, o desrespeito à sinalização e a ingestão de bebidas alcoólicas.

De acordo com Fernando Oliveira, do Núcleo de Comunicação da PRF, quando aumenta a velocidade desenvolvida, o tempo necessário para que ele consiga parar seu veículo em uma situação de emergência mais do que triplica.

Entre os meses de janeiro e julho, sete pessoas morreram em acidentes nos cerca de 20 quilômetros da Linha Verde; outras 222 saíram feridas. Dos sete mortos, três eram pedestres. Outros três estavam em motocicletas e um, em automóvel.

No mesmo período do ano passado, houve cinco mortes e 189 feridos. Todas as sete mortes registradas este ano pela PRF aconteceram com pista seca, quatro delas em trechos de reta, duas em curvas e uma em área de cruzamento.

De janeiro a julho deste ano, a PRF efetuou 4,3 mil flagrantes de excesso de velocidade na Linha Verde. Esse total abrange apenas os radares móveis, operados por policiais rodoviários federais. Os radares fixos, instalados pela Prefeitura de Curitiba mediante convênio com a PRF, não fazem parte dessa conta.

Repórter Fábio Buchmann



Categorias:Geral

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: