Nove pessoas foram presas, entre elas três em flagrante, durante a operação Fim da Linha, deflagrada na manhã desta quinta-feira (1º) pela Polícia Civil em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em roubo a ônibus de turismo. Curitiba, 01/09/2016. Foto: Carlos Soares/Polícia Civil
Nove pessoas foram presas, entre elas três em flagrante, durante a operação Fim da Linha, deflagrada na manhã desta quinta-feira (1º) pela Polícia Civil em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em roubo a ônibus de turismo.
Curitiba, 01/09/2016.
Foto: Carlos Soares/Polícia Civil

Uma quadrilha especializada em roubo a ônibus de turismo foi desarticulada pela polícia. Os criminosos tinham como principal alvo “sacoleiros” que iam fazer compras no Paraguai.

A maior parte das vítimas da quadrilha tinha como destino Foz do Iguaçu. Do município, grupos de “sacoleiros” seguiam para fazer compras no Paraguai. Nesta quinta-feira (01/09), a operação batizada de “Fim da linha” desarticulou o grupo criminoso.

A ação envolveu 70 integrantes das polícias Civil e Rodoviária Federal. Em Curitiba e na Região Metropolitana foram cumpridos seis mandados de prisão e sete de busca e apreensão. Um suspeito continua foragido.

O grupo é responsável por pelo menos três roubos neste ano. Outros crimes semelhantes são investigados. O delegado da Delegacia de Furtos e Roubos, Mateus Laiola, relata que parte da quadrilha se disfarçava de passageiros e, em determinado momento, anunciava o assalto.

Segundo o delegado, os integrantes da quadrilha agiam com extrema violência e frieza.

Após roubar os pertences dos passageiros, a quadrilha trancava as vítimas, sem roupa, dentro do bagageiro do ônibus.

O integrante do Núcleo de Operações Especiais da Polícia Rodoviária Federal, Anthony Nascimento, afirma que a maior parte dos roubos foi registrada na BR 277 , no sentido Foz do Iguaçu.

Os suspeitos vão responder por crimes como associação criminosa, roubo e porte ilegal de armas.

Deixe seu comentário