‘Desafio de Ouro’ reúne mais de 30 mil pessoas na Arena da Baixada

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais de 30 mil pessoas acompanharam o amistoso da Seleção Brasileira Masculina de vôlei, que conquistou a medalha de ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro. A partida foi realizada neste sábado, na Arena da Baixada.

O clima era de festa. Mais de 33 mil pessoas foram até a Arena da Baixada neste sábado para assistir a um amistoso da Seleção Brasileira Masculina de Vôlei contra Portugal. O ‘Desafio de Ouro’ era um evento comemorativo pelo tricampeonato olímpico da seleção.

A entrada dos atletas em quadra foi um dos momentos de maior animação nas arquibancadas da Arena. Entre os mais aplaudidos, estavam o curitibano Lipe, o levantador Bruno e o líbero Serginho, que, aos 40 anos, se despedia da Seleção.

O paranaense Serginho tem dois ouros e duas pratas olímpicas e foi eleito o melhor jogador do Rio 2016. Muita gente foi ao estádio apenas para ver de perto a despedida do líbero.

A vitória brasileira veio com facilidade com pouco mais de uma hora de jogo. Foram 3 sets a 0 para os campeões olímpicos, que aproveitaram o clima de amistoso para interagir com o público. Ao final da partida, os atletas foram até as arquibancadas, tiraram fotos e distribuíram autógrafos.

Os 12 campeões olímpicos e o técnico Bernardinho também receberam placas comemorativas pela conquista do ouro. Em seguida, foi a vez de Serginho receber uma homenagem pelo encerramento da vitoriosa passagem pela Seleção. Bastante emocionado, o líbero agradeceu o apoio da torcida e recebeu elogios dos companheiros de equipe.

O ‘Desafio de Ouro’ foi um dos eventos de maior público na Arena da Baixada em 2016. Os curitibanos adoraram a oportunidade de ver de perto os campeões olímpicos.

O advogado João Zarur levou a família inteira para o estádio. O filho Pedro Henrique, de apenas 10 anos, não conseguiu disfarçar a emoção por acompanhar um jogo de vôlei.

Acostumados a jogarem em ginásios menores, os atletas da Seleção também falaram da sensação de atuar em um estádio de futebol. O primeiro foi o central Lucão.

O ponta Lucarelli.

O levantador Bruninho – capitão da equipe.

O ponteiro Lipe, que também é curitibano.

Vera Lúcio Delfino acredita, inclusive, que Curitiba deveria receber mais eventos como esse.

O “Desafio de Ouro” teve duas partidas: a primeira na Arena da Baixada, e a segunda no domingo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Repórter Tabata Viapiana



Categorias:Esportes

Tags:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: