Estudante preso em protesto contra Temer paga fiança e é liberado

cwb-contra-temer

CWB contra Temer. Crédito: Divulgação

Já foi solto o estudante preso durante um protesto contra o presidente Michel Temer nesta terça-feira em Curitiba. Ele pagou fiança e foi liberado.

Felipe Machado, de 23 anos, foi detido durante um protesto contra o presidente Michel Temer na noite desta terça-feira. Ele foi preso pela Polícia Militar, pois teria pichado uma viatura e ofendido um policial – versão negada pelo estudante.

Ele foi levado ao 1º Distrito Policial, onde foi registrado um boletim de ocorrência. Por volta de 22h30, Felipe foi solto após pagamento de fiança no valor de R$ 880. Em um vídeo publicado nas redes sociais, o estudante disse que foi às ruas para lutar pela democracia e vai continuar protestando, mesmo após a prisão. Ele agradeceu as pessoas que colaboraram no pagamento da fiança.

A Polícia Militar não registrou outras ocorrências graves na manifestação – apenas um grupo de pessoas estaria pichando comércios e prédios na região da praça Osório. O ato contou com a participação do MST, o movimento sem terra. O protesto de ontem, na avaliação da PM, foi menos violento que os dois anteriores, quando houve atos de vandalismo e depredação na região central.

Mais um protesto contra o presidente Michel Temer está marcado para hoje. A concentração será a partir das 15h, na praça 19 de dezembro. O ato é organizado pelas redes sociais, pelo grupo Levante Feminista, com apoio do movimento CWB contra Temer.

Repórter Tabata Viapiana



Categorias:Cidade, Sem categoria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: