Foto: PC - PR
Foto: PC – PR

Um dos maiores assaltantes de carros-fortes e caixas eletrônicos foi preso neste final de semana pela Polícia Civil do Piauí. Rogério Mattos da Luz, de 39 anos, voltou para a prisão, menos de um mês depois de ser detido por policiais paranaenses em uma casa na área rural de São José dos Pinhais, na grande Curitiba.

Ele tinha conseguido um alvará de soltura há menos de dez dias. Conhecido como “Batman”, Rogério tem uma extensa ficha criminal. Ele é conhecido da polícia desde a década de 1990, acusado de ser o líder de uma quadrilha especializada em roubos a caixas eletrônicos e carros-fortes, que agia no sul e sudeste do país.

Ele já foi preso diversas vezes e escapou da Colônia Penal Agrícola, em Piraquara, em pelo menos em três oportunidades. Em janeiro deste ano, ele sofreu um acidente quando manuseava explosivos e perdeu uma das mãos.

Rogério foi preso durante a operação Forasteiros, deflagrada pela Polícia Civil do Piauí. O delegado que comandou a ação, Gustavo Jung disse que as investigações apontaram que uma quadrilha fortemente armada iria iniciar uma série de ataques à bancos e empresas de transporte de valores na região do nordeste brasileiro

No momento da Prisão, Rogério apresentou documentos falsos em nome de Waldemar Muller.

No ano de 2012, Rogério foi preso por policiais civis paranaenses em uma casa de luxo no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro. Na época foi montada uma mega operação que durou mais de um mês, e teve o apoio das polícias da Bahia, Espirito Santo e Rio de Janeiro.

Repórter Fábio Buchmann

Deixe seu comentário