Obras da Linha Verde Norte podem ser paralisadas por falta de pagamento parcial

A empreiteira responsável pela obra da Linha Verde Norte ameaça paralisar a revitalização em razão de atraso nos repasses por parte da Prefeitura de Curitiba. O montante a ser recebido chega a R$ 4 milhões.

Em função do valor pendente, explica um dos sócios, empresas interromperam o fornecimento de materiais para a empreiteira, que diz não ter condições de continuar tocando a obra.

R$ 600 mil. Esse é valor devido pela empreiteira à fornecedora de pedras. O pagamento não cai na conta desde abril. A entrega do material teve que ser interrompida há mais de dois meses.

A empresa que fornece combustível para o maquinário usado na revitalização da Linha Verde Norte  avisa: a partir de segunda-feira, a parceria com a empreiteira está suspensa até que os R$ 220 mil em  atraso caiam na conta.

A obra da Linha Verde Norte tem cerca de 3 quilômetros de extensão, entre o Viaduto do Tarumã, na Avenida Victor Ferreira do Amaral, e o Conjunto Solar, no Bacacheri.

A revitalização deveria ter começado a sair do papel em abril de 2015, mas os operários só iniciaram o trabalho em dezembro passado.

A expectativa era de que tudo ficasse pronto um ano depois, ou seja, daqui 3 meses, mas a empreiteira alerta: o cronograma não será cumprido.

A nova estimativa é metade de 2017 – isso  se os pagamentos forem regularizados por parte da prefeitura de Curitiba.

A reforma da Linha Verde Norte deve  custar quase R$ 47 milhões e inclui a ampliação do número de pistas (duas vias marginais com três pistas cada e mais duas vias locais), canaleta para ônibus do transporte coletivo, calçadas , ciclovias e bicicletários.

O prefeito da capital paranaense diz que o valor em atraso é de R$ 2,4 milhões e não R$ 4 milhões.

Gustavo Fruet afirma que  a culpa é da burocracia.

A reportagem não conseguiu falar com nenhum representante da Caixa Econômica Federal por conta  da greve dos bancários.

E enquanto a situação não se resolve, quem sofre é a população. A CBN já esteve várias vezes no trecho da Linha Verde Norte e as reclamações se multiplicam.

Repórter Andressa Tavares



Categorias:Cidade

Tags:, , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: