Carla Pimentel oficializa denúncia contra Galdino na Câmara

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

A vereadora Carla Pimentel (PSC) oficializou à presidência da Câmara de Curitiba nesta sexta-feira (16) uma denúncia contra o vereador Professor Galdino (PSDB). No documento, ela o acusa de “atos de agressão” que poderiam ser classificados como quebra de decoro parlamentar.

A Mesa Diretora tem até cinco dias para decidir se encaminha a queixa para a Corregedoria, para o Conselho de Ética ou se abre uma Comissão Processante em plenário. Em nota oficial, a Câmara afirmou que vai garantir a ampla defesa ao vereador. Se confirmada a quebra de decoro, o Regimento Interno da Câmara prevê censura pública, suspensão temporária ou a perda do mandato.

Segundo a denúncia, a agressão teria acontecido dentro da sede do legislativo municipal na última quarta-feira (14). Carla Pimentel afirma ter sido agredida física e sexualmente por Professor Galdino. De acordo com a vereadora, a confusão começou envolvendo um material de campanha conhecido como “santinho”. Ela alega que Galdino “se jogou por sobre a mesa” em sua direção, “ficando de pernas para o ar”. Ainda na denúncia apresentada, a vereadora relata que “com as mãos abertas”, o denunciado “agarrou o pescoço da vereadora e foi descendo, passando a mão em seus seios”.

O vereador nega a situação e afirma que é vítima de uma armação política. Ao portal de notícias da Câmara Municipal de Curitiba, a defesa do vereador informou que o parlamentar deve se pronunciar depois de ler o teor da denúncia.  Galdino chegou a ser detido ainda na quarta-feira, mas assinou termo circunstanciado e foi liberado. Após ouvir os envolvidos, a delegacia da mulher encaminhou o caso ao Poder Judiciário. A suspeita de agressão volta a ser analisada em uma audiência de conciliação no 14º Juizado Especial, marcada para o dia 21 de outubro.

O diretório municipal do PSDB, partido de Galdino, também analisa o caso. A legenda informou que um processo disciplinar será aberto o que pode levar à expulsão do vereador se as acusações se comprovarem.

 



Categorias:Política

1 resposta

  1. Situação vexatória e vergonhosa mostra como é o comportamento de nossos representantes municipais… qual seria o desfecho se não tivesse mais pessoas na sala?

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: