Comerciantes reclamam de falta de policiamento na Rua Trajano Reis

Foto: Ana Krüger.

Foto: Ana Krüger.

Moradores e comerciantes reclamam da falta de policiamento na Rua Trajano Reis. Na quinta feira, um homem morreu e outro ficou ferido durante um tiroteio em um bar da região.

Comerciantes que trabalham há anos na região, passaram a trancar a porta das lojas mesmo durante o dia. De manhã, de tarde, ou de noite, o sentimento de quem trabalha ou mora na Rua Trajano Reis é o mesmo: insegurança.

Por questões de segurança, nenhum dos entrevistados foi identificado pela reportagem.

Na noite da última quinta feira (15), um tiroteio chocou os frequentadores da região. Por volta das 22h30, um homem armado entrou em um dos bares da Rua Trajano Reis e atirou. Dois homens foram baleados.

Um homem de 48 anos foi atingido na perna e não corre risco de morrer. O segundo, tem 26 anos, e levou dois tiros no peito. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas morreu durante a madrugada.

O dono de um bar vizinho conta que a região estava movimentada quando o crime aconteceu.

A Delegacia de Homicídios investiga o caso. Entre os comerciantes da Trajano Reis, a conversa que mais se ouve é de que o crime seria um acerto de contas relacionado ao tráfico de drogas.

Quem trabalha na região, há pouco ou há muito tempo, faz relatos parecidos sobre o tráfico na Trajano Reis. O crime virou rotina por ali.

Os comerciantes têm que driblar a falta de segurança e o tráfico de drogas para conseguir manter os negócios funcionando.

Apesar dos relatos de quem vive na Trajano Reis, a Guarda Municipal afirma reforçou as rondas em espaços públicos de Curitiba diante do aumento da criminalidade. A corporação diz ainda que, desde a última segunda feira (12), um módulo móvel, viaturas e guardas municipais de moto têm feito operações preventivas das 7h às 19h no centro da cidade.

A resposta da Polícia Militar sobre a falta de segurança na região é parecida. De acordo com a PM, a região central, que inclui a Rua Trajano Reis, é uma das áreas mais policiadas de Curitiba. A corporação alega ainda que na última semana novas viaturas passaram a reforçar o policiamento na região.

Repórter Ana Kruger



Categorias:Cidade, Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: