Segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começaram a ser convocados para a revisão dos benefícios por incapacidade. Em Curitiba, mais de 700 pessoas deverão passar por uma nova perícia médica. O INSS quer cancelar o auxílio doença para quem está em condições de voltar ao trabalho, mas ainda recebe o pagamento.

De acordo com a gerência executiva do INSS em Curitiba, só na capital paranaense 743 pessoas devem receber uma carta de convocação nos próximos dias. No Paraná, há 36.207 benefícios de Auxílio-doença e 74.389 Aposentadorias por Invalidez mantidos há mais de dois anos, sem realização de nova perícia médica.

A responsável pela gerência executiva do INSS, Mara Sfier, afirma que os beneficiários que recebem auxílio-doença concedidos por decisão judicial serão os primeiros convocados.

No entanto, a gerente do instituto reforça que o primeiro passo é a atualização do cadastro. O procedimento deve ser feito pelo telefone, para quem é beneficiário do auxílio-doença há mais de dois anos.

Após o recebimento da carta, o segurado terá o prazo de cinco dias úteis para marcar um exame de perícia médica pelo telefone 135. Nos casos de segurados com domicílio indefinido ou em localidades não atendidas pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, será publicado edital em imprensa oficial.

Quem não atender ao chamado do INSS, no prazo estabelecido, terá o pagamento do benefício suspenso. A reativação só ocorrerá depois que o segurado atender à convocação e passar por uma nova perícia.

Repórter Fábio Buchmann

Deixe seu comentário