Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

O ex-deputado Pedro Corrêa, condenado na Lava Jato, passou mal na cadeia na noite desta terça-feira. Ele foi levado a um hospital de Curitiba para realização de exames.

Por ser delator da Lava Jato, Pedro Corrêa estava detido na superintendência da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida. Por volta de 22h, ele passou mal na cadeia. De acordo com a defesa, o ex-deputado sentiu tremores e teve um princípio de desmaio, além de febre. Ele foi socorrido pelo doleiro Alberto Youssef, com quem divide a cela. O SAMU foi acionado e encaminhou Corrêa para o Hospital Santa Cruz, com escolta da PF.

O ex-deputado tem 68 anos e é diabético. Segundo a defesa, há suspeita de uma infecção, mas somente exames mais detalhados vão poder apontar o diagnóstico correto. Pedro Corrêa passou a noite no hospital, na UTI, mas hoje o quadro é considerado estável. Ele está consciente e lúcido e deve realizar mais exames ao longo da manhã. Ainda não há previsão de alta.

Pedro Corrêa está preso há um ano e meio e já foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a 20 anos e sete meses de prisão – uma das maiores penas da Lava Jato até agora. No início do ano, ele firmou um acordo de delação premiada com a Procuradoria Geral da República, que ainda não foi homologado pela Justiça.

O Ministério Público Federal também usou depoimentos do ex-deputado para embasar a denúncia contra o ex-presidente Lula. Corrêa disse aos investigadores que Lula comandava o esquema de corrupção da Petrobras.

Repórter Tabata Viapiana

Deixe seu comentário