Justiça autoriza policiais acusados de tortura no “caso Tayná” a exercerem atividades administrativas

Foto: Reprodução Facebook

Foto: Reprodução Facebook

A Justiça autorizou que retornem às atividades administrativas os policiais civis acusados de torturarem quatro suspeitos da morte da adolescente Tayná Adriane da Silva, de 14 anos, em 2013.

A informação foi passada pela defesa dos investigadores. O delegado Silvan Rodney Pereira, que era o titular da Delegacia do Alto Maracanã, em Colombo, na época do crime, além de dez investigadores e um policial militar foram autorizados pela Justiça a exercerem atividades administrativas. A decisão atende a um pedido das defesas e da Delegacia Geral da Polícia Civil.

Os 12 são acusados de terem torturado quatro funcionários de um parque de diversões de Colombo que foram presos sob a suspeita de terem estuprado e matado a adolescente Tayná Adriane da Silva, de 14 anos. O crime aconteceu em junho de 2013 e até hoje não foi solucionado. Dois dias após o assassinato, a Polícia prendeu os quatro suspeitos, que confessaram o crime.

Mas o caso teve uma reviravolta logo em seguida. Em julho, uma perita disse que a jovem não teria sido estuprada. Além disso, o DNA do sêmen encontrado nas roupas de Tayná não bateu com as amostras coletadas dos suspeitos. Os quatro acabaram soltos. O Ministério Público passou a investigar o caso e acusou os policiais civis e o militar de terem torturado os rapazes na delegacia para que eles confessassem o crime.

A denúncia levou à prisão dos investigadores e do delegado, e em seguida, ao afastamento das funções públicas. Os quatro funcionários do parque de diversões chegarem a ser incluídos, a pedido do MP, no Programa Federal de Proteção a Vítimas e Testemunhas Ameaçadas. Agora, a nova decisão judicial revogou parcialmente a medida cautelar de afastamento das funções, autorizando os policiais a cumprirem atividades administrativas. A rádio CBN procurou a Polícia Civil e ainda aguarda um retorno.

Repórter Tabata Viapiana



Categorias:Polícia

Tags:, , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: