Foto: reprodução/AEN

Depois de passar grande parte da quinta-feira (22) fechado, o pronto socorro do Hospital Evangélico tem atendimento normal nesta sexta-feira (23).

Mais uma vez o problema foi a falta de materiais, que obrigou a administração do hospital a manter na agenda apenas as cirurgias de emergência.

O pronto socorro do Evangélico permaneceu fechado desde as primeiras horas da manhã até as 16h desta quinta e – durante o dia – os procedimentos eletivos também precisaram ser desmarcados.

Os serviços só voltaram à normalidade depois da compra de insumos, mediante a garantia de um repasse extra por parte da prefeitura.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde informou que os repasses estão em dia, mas que – diante da interrupção no atendimento – iria viabilizar o repasse de valores referentes a um aditivo contratual que foi firmado recentemente e que está relacionado a procedimentos de média e alta complexidade.

Ainda nesta sexta-feira, R$ 1 milhão serão mandados para o hospital e outros R$ 2 milhões serão repassados na próxima quinta-feira.

Apesar da situação de momento normalizada, o Hospital admite que não é possível prever por quanto tempo os recursos garantem o funcionamento dos serviços, de sofrem de longa data com as dificuldades financeiras do hospital. O Evangélico tenta atualmente renegociar uma dívida com bancos, calculada em R$ 300 milhões.

Cerca de 95% dos atendimentos realizados ali são do SUS, o Sistema Único de Saúde.

Repórter Cristina Seciuk

Deixe seu comentário