Foto: Sindimoc

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os motoristas e cobradores da empresa de transporte coletivo Tindiquera, de Araucária, entraram em greve nesta terça-feira. Os trabalhadores reivindicam o pagamento do vale, uma espécie de adiantamento salarial que deveria ser pago na semana passada. Os passageiros de 56 linhas enfrentam transtornos.

De acordo com o Sindimoc, o sindicato que representa os trabalhadores, o vale caiu na conta de 80 dos 320 funcionários da empresa. Como na semana passada já havia sido feita uma assembleia, hoje os trabalhadores optaram pela paralisação.

O adiantamento salarial está previsto em convenção coletiva, é de 40% dos salários e deve ser pago até o dia 20 de cada mês.

Em nota, a prefeitura de Araucária informou que em conjunto com a Companhia Municipal de Transportes honrou os pagamentos à empresa e que ontem realizou uma reunião com a diretoria jurídica da Tindiquera e que a empresa se comprometeu a quitar os vales, o que não se concretizou.

Também em nota, o Setransp, o sindicato que representa as empresas do transporte coletivo de Curitiba e região, informou que o repasse da Companhia Municipal de Transportes foi feito por volta das 17 horas de ontem e que a transação bancária só foi concretizada na manhã de hoje, o que impossibilitou, segundo o Setransp, a quitação dos vales dos trabalhadores. O pagamento, ainda conforme a nota, será feito no decorrer desta terça-feira (27).

 

 

 

Deixe seu comentário