Foto: PRF
Foto: PRF

O casal foi preso na noite desta terça-feira (27), na BR 277 em Cascavel, na região oeste do Paraná. Durante uma fiscalização de rotina a equipe da Polícia Rodoviária Federal deu ordem de parada ao veículo. O motorista não obedeceu, acelerou e tentou fugir em alta velocidade, pelo acostamento e na contramão.

Foi iniciada, então, uma perseguição. Alguns quilômetros à frente, perto de um posto de combustível, o motorista perdeu o controle e tentou fugir a pé. Com a ajuda de caminhoneiros que estavam no local, a PRF conseguiu localizar o casal escondido sob o eixo de um caminhão estacionado.

O carro havia sido roubado em Curitiba, no Bairro Alto. O proprietário do veículo, de 52 anos, foi morto em casa, durante a madrugada. Pela manhã conhecidos da vítima estranharam o portão destrancado e a ausência do carro na garagem. Havia marcas de sangue pelo imóvel e o corpo foi encontrado ao lado da cama com ferimentos provocados por facadas na altura do peito.

O suspeito já havia sido preso pela PRF há cerca de dez anos, em Guaraniaçu – PR, por tráfico internacional de drogas. Ele estava em liberdade condicional. E, a princípio, negou ter sido o autor do crime. Algum tempo depois, a mulher admitiu que foi o homem que dirigia o carro que cometeu o latrocínio em Curitiba, enquanto ela o esperava na esquina.

O casal foi encaminhado para a 15ª Subdivisão Civil em Cascavel. O latrocínio será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, em Curitiba.

Deixe seu comentário