Foto: Cristina Seciuk / CBN Curitiba
Foto: Cristina Seciuk / CBN Curitiba

A greve dos bancários entra no 23° dia. Em Curitiba são mais de 380 agências fechadas. Uma nova rodada de negociações está marcada para a tarde desta quarta-feira.

O Comando Nacional dos Bancários, que representa os trabalhadores do setor, e a Federação Nacional dos Bancos, a Fenaban, que representa os bancos, voltaram a se reunir nesta terça-feira.

Após mais uma rodada de negociações, não houve avanço e a greve da categoria permanece. Já são 23 dias de paralisação. A Fenaban manteve a proposta de 7% de reajuste, mais abono de R$ 3,3 mil, não incorporado aos salários.

A Proposta já foi rejeitada anteriormente. Os bancários pedem reajuste de 14,78%. São 5% de aumento real, mais a correção da inflação, 14º salário, além da participação nos lucros e resultados.

Há revindicações também envolvendo segurança e saúde no trabalho. A Fenaban argumenta que para avançar nas negociações, seria preciso debater uma nova fórmula de reajuste, que contemplasse a inflação futura e não as perdas passadas.

Em Curitiba e na região metropolitana, existem 385 agências fechadas e cerca de 16 mil funcionários paralisados. Uma nova rodada de negociações está marcada para às 15:00 desta quarta-feira.

Repórter Fábio Buchmann

Deixe seu comentário