PF instaura novo inquérito para investigar “setor de propina” da Odebrecht

A Polícia Federal instaurou um inquérito nesta terça-feira decorrente da 35ª fase da operação Lava Jato. O objetivo é investigar os beneficiários dos pagamentos feitos pelo “setor de operações estruturadas” da Odebrecht, um departamento criado apenas para repasses de propina.

O inquérito foi aberto nesta terça-feira e será conduzido pelo delegado Filipe Pace. O objetivo é investigar de maneira detalhada os beneficiários dos pagamentos ilícitos feitos pelo chamado “setor de operações estruturadas” da Odebrecht, um departamento criado apenas para repasses de propina. Alguns beneficiários já foram alvos de buscas e conduções coercitivas na 35ª fase da Lava Jato.

Segundo a PF, o inquérito vai apurar crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e fraude a licitações. A nova etapa da Lava Jato identificou pagamentos de propina em vários contratos da Odebrecht com o poder público, muito além da Petrobras. A Polícia quer, agora, aprofundar a investigação em obras que não sejam da estatal.

Ao todo, são pelo menos 10 contratos da Odebrecht com suspeita de desvios – nas esferas federal, estadual e municipal. Entre as obras, estão, por exemplo, o metrô de Ipanema e o aeroporto Santos Dummond, no Rio de Janeiro, o Porto de Laguna, em Santa Catarina, e a linha 4 do metrô de São Paulo. O inquérito vai tramitar sob sigilo, a pedido da Polícia Federal.

Repórter Tabata Viapiana



Categorias:Lava Jato

Tags:,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: