Coluna de Renato Follador: Que eu não desista

Que eu não desista.
Que eu não desista de acreditar que tudo que me aflige pode mudar.
Que um dia vai chegar em que olharei para trás sem nada lamentar, pois tudo foi feito para quem hoje sou forjar.
Que eu não desista de me indignar quando a injustiça imperar, quando a hipocrisia se colocar ou o poder o fraco sufocar. Que o meu exemplo aos outros possa inspirar para a justiça se instalar e a desigualdade abrandar.
Que eu não desista de sonhar, pois é isso que me faz acordar para mais um dia labutar e em algum tempo chegar no que eu penso me realizar.
Que eu não desista de com minha família estar, a eles abraçar e com eles dialogar, pois não há forma mais completa de amor expressar.
Que eu não desista de lutar contra a mágoa, o rancor, a inveja e a raiva que em mim tenta se instalar, pois só o perdão me fará avançar na estrada da evolução.
Que eu não desista de aprender e com humildade perceber, que quanto mais sei melhor serei, porém sem esquecer que ainda assim quase nada saberei.
Por fim, que eu não desista de ter fé que alguém melhor e maior que eu torce para que eu nunca desista de minha missão realizar e aos outros ajudar. De que quando cair dê o dignificante exemplo de, com perseverança, levantar e recomeçar, como as ondas do mar, que em cada recuo buscam forças para voltar.



Categorias:Renato Follador - Previdência

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: