Foto: Rogério Machado / SECS
Foto: Rogério Machado / SECS

Foi inaugurado nesta terça feira (4) o Centro Estadual de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas. O espaço fica bem no centro de Curitiba busca facilitar a regularização dos documentos e o acesso à educação e à saúde.

A estrutura reúne profissionais de diversas áreas que buscam orientar os estrangeiros que vivem no estado. A força-tarefa inclui serviços das secretarias de educação, saúde, trabalho, justiça, desenvolvimento social, e por aí vai.

O Secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Júnior, afirma que o Paraná recebe cerca de 12% dos refugiados e 17% dos migrantes que chegam no Brasil. A qualidade do atendimento teve que ser reforçada.

O centro também tenta concentrar em um mesmo local todo o apoio que refugiados e migrantes podem precisar quando chegam no estado. A prioridade é regularizar a situação do estrangeiro no Brasil.

A iniciativa também pretende melhorar os registros sobre os refugiados e migrantes no Paraná. Hoje, o atendimento a essas pessoas é feito por várias instituições, e os números ficam desencontrados.

O Centro Estadual de Informação para Migrantes, Refugiados e Apátridas fica no Centro de Curitiba, na Rua Desembargador Westphalen, 15 – 13º andar.

Repórter Ana Krüger

Deixe seu comentário