Foto: Siemaco
Foto: Siemaco

O presidente do Sindicato que representa os trabalhadores da limpeza pública, Manassés Oliveira, informou que as manifestações ocorrem por causa do atraso no pagamento dos salários referentes ao mês de setembro. O dinheiro deveria ter sido depositado nesta quinta-feira.

O sindicato ainda faz um balanço dos protestos nesta manhã, mas já há informação de que existem piquetes em frente as sedes da Cavo na João Negrão, no Rebouças, e também na João Bettega.

Serviços como a coleta de lixo e roçada estão sendo afetados segundo o sindicato. Manassés Oliveira disse que os protestos só serão encerrados depois que o dinheiro cair na conta.

O presidente do Sindicato culpa a prefeitura pelo não pagamento

Em Curitiba 2500 trabalhadores são responsáveis pela limpeza pública na cidade.

Repórter Fábio Buchmann

Deixe seu comentário