Curitiba está com muitos semáforos em alerta e Prefeitura culpa demora em licitação

Foto: Luiz Costa / SMCS

Foto: Luiz Costa / SMCS

O que está acontecendo com os semáforos de Curitiba? Dezenas de ouvintes da rádio CBN têm relatado sinais sem funcionamento com freqüência. A Prefeitura afirma que está enfrentando dificuldades na licitação para contratar a empresa responsável pela manutenção dos semáforos. Por isso, liberou a realização de horas extras pelos funcionários para agilizar o conserto dos sinais com problemas.

Esse é o relato do analista Luiz Carlos Balan. Ele passa diariamente pelo cruzamento da rua Raul Pompéia com a avenida Juscelino Kubistchek, na Cidade Industrial de Curitiba. Ali, há um semáforo imprescindível para o trânsito fluir bem. Porém, o sinal está em alerta há duas semanas, e até agora, não foi reparado pela Prefeitura – causando transtornos à população.

O problema não está restrito à CIC. Ouvintes da rádio CBN têm relatado, nas últimas semanas, inúmeros semáforos sem funcionamento em muitos pontos da cidade – como no Centro Cívico, bem em frente à Prefeitura, no Alto da Glória, no Cabral e no Tarumã. Outro ponto que deixa o trânsito complicado é na esquina da rua Konrad Adenauer com a avenida Victor Ferreira do Amaral, uma das principais ligações de Curitiba com municípios da região metropolitana, como Pinhais e Piraquara.

A representante comercial Cíntia Barbieri disse que os problemas no semáforo quase em frente à UniBrasil são comuns e os reparos têm demorado. Há dois dias, o sinal voltou a ficar em alerta.

Na região central da cidade, são muitos cruzamentos com problemas, como nas ruas João Manoel com Carlos Cavalcanti, na Duque de Caxias com a Barão de Antonina e em pelo menos três pontos da avenida Cândido de Abreu – como relata a médica Kerstin Abagge.

Segundo a Prefeitura, Curitiba tem 1.260 cruzamentos com semáforos. Neste momento, duas situações contribuem para a ocorrência de dificuldades pontuais. A primeira são os danos causados na central de controle de semáforos durante uma tempestade no dia 6 de outubro. Engenheiros e técnicos da Setran ainda trabalham em reparos no sistema.

O segundo fator, segundo a Prefeitura, seria a dificuldade em concluir a licitação para contratação de uma empresa para serviços de manutenção de semáforos. A Setran diz que tenta resolver o assunto desde 2015, mas o processo vem sendo postergado por sucessivas impugnações apresentadas pela empresa responsável pelo serviço anteriormente.

A Setran garante que está empenhando todos os esforços para garantir a manutenção com equipes próprias, para minimizar os transtornos à população. A secretaria também liberou a realização de horas extras pelos funcionários para agilizar a manutenção dos pontos com problemas.

Repórter Tabata Viapiana



Categorias:Cidade

Tags:, , , ,

1 resposta

  1. Mais um atestado de incompetência dos gestores públicos. Elementar que ao se aproximar a data de vencimento do contrato e claro com a previsão da burrocracia crônica do estado efetuar muito antecipadamente essa licitação. São muito irresponsáveis!.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: