Pelo terceiro ano consecutivo, o curitibano é o mais endividado do país de acordo com um ranking elaborado pela Fecomércio de São Paulo. Curitiba aparece como a cidade com maior proporção de famílias endividadas entre todas as 27 capitais: o número chega a 86%, quantidade bem maior do que a média nacional, que foi de 56%.

A capital paranaense encabeça essa preocupante lista desde 2014, situação que se repetiu nesse levantamento mais recente, que traz dados referentes a junho deste ano.

Nos dois períodos anteriores eram 89% e 87% as famílias que tinham algum tipo de dívida, portanto o número quase não mudou recentemente.

A classificação faz parte da “Radiografia do crédito e do endividamento das famílias brasileiras”; com a análise é feita a partir de informações do Banco Central, do IBGE e da CNC.

De acordo com o levantamento, a cidade tem quase 539 mil famílias endividadas, ou seja, que utilizam crédito, fazem compras a prazo, têm financiamento… Número mais preocupante vem a seguir: desse total, 32% estão com parte da renda mensal comprometida e 30% tem dívidas em atraso.

Ainda conforme o levantamento da Fecomércio de São Paulo, o grande volume das operações de crédito concentradas no sul do país justificam em parte a quantidade de endividados por aqui: com 14,7% das famílias brasileiras, a região concentra 20,2% do volume de crédito.

Depois de Curitiba, aparece na vice-liderança desse ranking capital catarinense. Florianópolis tem 85% de famílias com algum tipo de dívida.

Repórter Cristina Seciuk

Deixe seu comentário