Cunha chega a Curitiba sob vaias de manifestantes e defesa estranha prisão “sem fato novo”

cunha

Foto: Agência Brasil/EBC

A defesa de Eduardo Cunha estranhou a prisão do ex-deputado sem o surgimento de “um fato novo” nas investigações da Lava Jato. Ele chegou a Curitiba na tarde desta quarta-feira sob vaias de manifestantes, que comemoravam a prisão. Cunha deve ficar sozinho em uma das celas da carceragem da Polícia Federal.

O avião da Polícia Federal que transportou Eduardo Cunha decolou em Brasília perto das 15h e pousou em Curitiba às 16h30. O ex-deputado foi levado diretamente à superintendência da PF, na região norte da capital paranaense, em uma viatura descaracterizada, acompanhada por mais dois veículos e um helicóptero da Polícia Rodoviária Federal.

Ele não foi algemado em nenhum momento e foi recepcionado por cerca de 50 pessoas, que comemoravam a prisão e elogiavam a decisão do juiz Sérgio Moro. Os manifestantes também estavam com cartazes, buzinas e bandeiras do Brasil.

Pouco depois das 17h, Cunha já estava instalado na prisão. Ele deve ficar sozinho na cela. A carceragem da PF tem seis celas e capacidade para 18 pessoas. Ali, estão outros dez presos da Lava Jato, como o doleiro Alberto Youssef e o presidente licenciado da Odebrecht, Marcelo Odebrecht. Mas Cunha não deve ter contato direto com os demais investigados.

Os advogados do ex-deputado vieram de São Paulo e já tiveram um primeiro contato com ele na sede da PF. Segundo Ticiano Figueiredo, Cunha estava “sereno e tranquilo”.

A defesa ainda não sabe exatamente os próximos passos que vai adotar para tentar colocar o ex-deputado em liberdade. Ticiano Figueiredo estranhou a prisão sem o surgimento de “um fato novo” nas investigações da Lava Jato.

Cunha também não foi preso em uma “padaria comendo pão com manteiga”, como foi especulado nas redes sociais, de acordo com a defesa. Ele estaria em seu antigo apartamento funcional, terminando a mudança para o Rio de Janeiro.

A Polícia ainda não tem previsão de quando vai interrogar o ex-deputado. Como ele está preso preventivamente, sem prazo para soltura, os investigadores não tem pressa em colher o depoimento. O exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal deve ser realizado nesta quinta-feira.

Repórter Tabata Viapiana



Categorias:Lava Jato, Sem categoria

2 respostas

  1. Como assim? a defesa do patife Cunha estranhar a prisão por não existir um “fato novo”, ora então precisa ter mais patifarias desse verme político para que seja preso?, o cara já deveria estar apodrecendo no xilindró à muito tempo mas graças as “leis boazinhas” que eles mesmos fazem temos essas imundícies desde os municípios, nos estados e na união, quando são pegos são beneficiados por esses “leizinhas fajutas” contra político patife. Aliás deveria vir algemado, do aeroporto ir de camburão como qualquer ladrão de galinha, qual a diferença?, pau que dá em Chico também bate em Francisco, por sinal está na CF que todos são iguais perante a lei, fica a certeza de que ainda existe “vários pesos e várias medidas”.

    Curtir

  2. e o serra ? nao prendem porque é um idoso gaga ?

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: