Ex-presidente do Paraná Clube acompanhou toda a trajetória de Caio Junior no tricolor

forca-chape-parana

Vítima do trágico acidente com o avião que levava o time da Chapecoense para Medellin, o técnico de futebol Luiz Carlos Saroli, o Caio Junior, teve três passagens pelo Paraná Clube. E em todas este cascavelense obteve sucesso.

Em 1997, como atacante, foi campeão paranaense. Em 2002, voltou ao clube como auxiliar do técnico Otacílio Gonçalves. Com a saída de Otacílio, Caio assumiu o time e conseguiu evitar o rebaixamento para a Série B do Campeonato Paranaense.

Em 2006, enquanto trabalhava como comentarista da Rádio Banda B, Caio Junior recebeu mais um chamado do Paraná Clube. No final daquele ano, o tricolor se classificou para a Copa Libertadores da América, feito inédito na história paranista.

Luiz Carlos Casagrande, o Casinha, presidente do Paraná em 2015 e dirigente do clube em várias outras gestões, acompanhou a trajetória de Caio. Casinha lembrou hoje a chegada do atacante, em 1997, para o time tetracampeão estadual.

O ex-dirigente também recordou a campanha do treinador, em 2002.

Em 2006, segundo Casinha, apesar da insistência do presidente José Carlos de Miranda, Caio não aceitou de imediato a proposta para retornar.

Para Luiz Carlos Casagrande, que conviveu com o treinador também fora do Paraná Clube, disputando jogos de veteranos, Caio era uma pessoa de palavra.

Informações de Ayrton Baptista Jr.



Categorias:Geral

Tags:, , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: