Tragédia da Chapecoense chocou a cidade de Cianorte, terra do goleiro Danilo

danilo-2

O goleiro Danilo Padilha, da Chapecoense, nasceu e cresceu em Cianorte, no Paraná. Informações desencontradas após o acidente da noite de segunda-feira aumentaram o sofrimento de amigos e parentes.

Para a família de Danilo Padilha, as horas seguintes à tragédia na Colômbia foram de tristeza e angústia. Os moradores de Cianorte- a cidade onde ele nasceu e começou a carreira- ficaram consternados.  Além da tragédia, amigos e parentes sofreram com a falta de informações sobre a situação do goleiro.

Primeiro, a Cruz Vermelha da Colômbia informou que Danilo estava entre os sobreviventes. Depois, mudou e informou que ele teria falecido em uma cirurgia. Bastante abalada, a mãe de Danilo, Alaíde Padilha, chegou a lamentar a morte do filho em entrevista à CBN.

A Cruz Vermelha da Colômbia chegou a alterar a situação de Danilo, mais uma vez, e retirou o nome do goleiro de Cianorte da relação das vítimas que morreram na tragédia. As informações desencontradas chegavam enquanto um grupo de cerca de trinta reunidas na casa dos pais de Danilo aguardava por uma comunicação oficial. Equipes de reportagem também acompanhavam a movimentação. O amigo de Danilo, Vinícius Pattro, relatou o momento à CBN Curitiba.

O radialista Silva Junior, da rádio Cia FM, contou que as pessoas estavam em clima de expectativa: esperando de informação precisa sobre o estado do goleiro.

Nas redes sociais, milhares de pessoas reclamavam da desinformação e se manifestaram lamentando o que chamaram de falta de respeito com a família e os fãs do goleiro.

À tarde a partir de declarações, médicos da Colômbia, a morte do goleiro Danilo foi confirmada. Em entrevista a emissoras de TV após ele ter sido resgatado com vida e ter sido levado ao Hospital San Vicente. As informações eram repassadas ao mesmo tempo em que a família recebia dados completamente diferentes da Colômbia. Com tanta gente querendo saber o que aconteceu com o Danilo, o prefeito de Cianorte, Claudemir Bongiorno, precisou interditar a rua da casa da família de Danilo.

Nas ruas, os moradores também relataram tristeza.//

Amigos lembraram de Danilo e da carreira dele com carinho.

Repórter Rafaela Moron



Categorias:Cidade

Tags:, ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: