Um bebê teve um dos dedos da mão amputado por uma enfermeira do Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba. É o que relata a mãe da criança, Jake Moraes, no Facebook. O episódio aconteceu nesta segunda-feira (13). Segundo a mãe, a enfermeira foi cortar uma fita crepe que prendia um acesso no braço do bebê quando cortou o mindinho da mão esquerda do paciente.

Indignada, a mãe chegou a postar fotos da mão do filho machucada. No post do Facebook, ela questiona quem vai pagar pela dor do filho dela. Agora, ela quer ser indenizada pelo hospital.

A assessoria de imprensa do Hospital Pequeno Príncipe informou que já investiga o caso e que a enfermeira está afastada.

Leia na íntegra a nota do hospital:

“O Hospital Pequeno Príncipe, principal referência em atendimento a crianças e adolescentes no Paraná, vem se manifestar diante de incidente ocorrido no dia 12 de dezembro de 2016 na admissão de paciente.

A criança, transferida de outro município, durante o procedimento de retirada de acesso venoso feito no hospital de origem, sofreu lesão em extremidade do dedo mínimo esquerdo. O Hospital Pequeno Príncipe esclarece que a retirada de acesso é medida protocolar da assistência ao paciente quando de sua chegada.

A instituição formalizou investigação e está apurando os fatos. O colaborador foi afastado. Todas as medidas possíveis estão sendo tomadas para amparar a criança e a família, e equipe multidisciplinar foi designada para acompanhamento integral do paciente.

O Hospital Pequeno Príncipe lamenta profundamente o ocorrido e reafirma seu compromisso na busca contínua de melhorias e qualidade em todas as dimensões do cuidar.”

Repórter Ana Krüger

Deixe seu comentário