camara-fazenda

Em sessão extraordinária relâmpago, que durou 15 minutos, vereadores de Fazenda Rio Grande aprovaram na manhã desta terça-feira (13) um aumento de 8,5 % nos salários. Foram reajustados também os vencimentos do prefeito reeleito, do vice eleito (que é o  atual presidente do legislativo da cidade) e dos secretários municipais. A sessão extra durou cerca de 15 minutos.

A partir de 1º de janeiro de 2017, o salário dos vereadores passa de R$ 6.732.17 para R$ 7.304,00

O vencimento do prefeito de Fazenda Rio Grande vai dos atuais R$ 22.174,85 para R$ 24.060,00. O vice prefeito e os secretários municipais  passam a ganhar R$ 13.172,95 – hoje recebem R$ 12.276,98.

O reajuste, que corresponde a reposição da inflação, foi aprovado por 8 votos a 1. A Câmara Municipal da cidade possui 13 parlamentares, mas 4 estavam ausentes do plenário na manhã desta terça-feira.

Fato, no mínimo, curioso: a sessão que aumentou os salários foi presidida por Silvestre Savitzki (PPS), eleito em outubro passado vice-prefeito de Fazenda Rio Grande na chapa encabeçada por Márcio Wozniack (PSDB), que chefiava a Câmara de Fazenda Rio Grande até abril de 2013, quando assumiu a prefeitura, depois que o prefeito e a vice-prefeita foram cassados.

O advogado da Câmara, Renan Gabriel, explica que a Casa tem de fixar o subsídio dos vereadores da próxima legislatura e do prefeito, vice e secretários, mas não é obrigada a reajustar os valores.

A pauta da sessão extra trazia ainda outros dois projetos sobre emplacamento de veículos e outro de declaração de utilidade pública. A ordem do dia, no entanto, não foi publicada no site da Câmara de Fazenda Rio Grande. Nem antes e nem depois da votação – o que gerou questionamentos dos moradores da cidade que compareceram à sessão relâmpago desta manhã. Valéria de Oliveira, dona de casa, reclama da falta de transparência.

Para o desempregado Oriosvaldo da Silva, a aprovação é uma afronta,  frente às inúmeras demandas em diversas áreas, especialmente na área da saúde e da segurança pública.

Opinião compartilhada por outros moradores.

Repórter Andressa Tavares

Deixe seu comentário