Moro aceita denúncia e Lula vira réu pela quinta vez

Foto: EBC

Foto: EBC

O ex-presidente Lula virou réu pela quinta vez. Todos os processos apuram denúncias de corrupção.

A ação penal mais recente foi aberta nesta segunda feira, no âmbito da Lava Jato, (19) após o juiz Sérgio Moro acolher a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal em Curitiba, na semana passada. O processo apura a atuação de Lula como comandante de um esquema que arrecadou mais de R$ 75 milhões em propina.

Além do político, foram denunciados Marisa Letícia, mulher de Lula, o executivo Marcelo Odebrecht, o ex-ministro Antônio Palocci, o ex-assessor de Palocci, Branislav Kontic, e outras quatro pessoas.

O Ministério Público Federal acusa o ex-presidente Lula de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Os crimes teriam sido cometidos na negociação de oito contratos da Petrobras com a Construtora Norberto Odebrecht S/A.

A denúncia cita que parte do dinheiro foi lavado com a aquisição de um imóvel em São Paulo, onde seria instalado o Instituto Lula, e com a compra de uma cobertura vizinha ao apartamento onde hoje Lula mora, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. É o que demonstraram anotações feitas por Marcelo Odebrecht e apreendidas nas investigações.

A propina milionária bancou apoios ao governo Lula. O dinheiro abasteceu, partidos políticos, especialmente o Partido dos Trabalhadores (PT), o Partido Progressista (PP) e o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). O Ministério Público afirma que o dinheiro criminoso chegou a bancar campanhas eleitorais.

A denúncia também pede que o valor correspondente à propina, R$ 75,4 milhões, seja devolvido aos cofres públicos. Ao acolher a denúncia, o juiz Sérgio Moro determinou o seqüestro do imóvel de São Bernardo do Campo citado pelo MPF.

Em nota, divulgada nesta segunda feira, o Instituto Lula reafirma que nunca teve outra sede a não ser o sobrado onde funciona até hoje.  A declaração fala ainda que o Instituto sempre recebeu doações legais, declaradas e dentro da lei: “O ex-presidente Lula nunca solicitou vantagens indevidas e sempre agiu dentro da lei antes, durante e depois da presidência da República”.

De acordo com a defesa de Lula, a Operação Lava Jato se tornou uma “perseguição ao ex-presidente”, mas o político continuará a se defender na Justiça.



Categorias:Lava Jato

Tags:, , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: