Foto: TRE
Foto: TRE
Foto: TRE

A Polícia Civil informou que duas equipes estão trabalhando na investigação da morte do prefeito eleito de Piên, Loir Dreveck (PMDB), que foi baleado na cabeça na semana passada.

O inquérito é conduzido pela Delegacia de Rio Negro. Até o momento ninguém foi preso.

Loir Dreveck, de 52 anos, morreu no sábado (17). Ele foi baleado na cabeça na quarta-feira passada (14).

Quem cometeu crime foi um motociclista que abordou o carro em que estava a vítima, na PR-281, entre Piên e São Bento do Sul, em Santa Catarina.

O político, que foi atingido por dois tiros, estava em coma e entubado na UTI de um hospital de Jaraguá do Sul, no estado vizinho.

Com a morte de Loir Dreveck (PMDB), assume a prefeitura de Piên, a partir de janeiro do ano que vem, o vice-prefeito eleito, Livino Tureck, do mesmo partido. A cidade fica oficialmente sem um vice-prefeito, mas em caso de necessidade, assume o presidente da Câmara de Vereadores da cidade.

Situação parecida foi registrada em Foz do Jordão, na região central do Paraná.

O prefeito eleito, Anselmo Albino Amâncio (PSD), morreu no início de novembro em uma acidente de carro na BR 373, em Candoi.

Assume a prefeitura de Foz do Jordão daqui menos de um mês o vice-prefeito eleito na chapa, Ivan Pinheiro (PP).

Repórter Andressa Tavares.

Deixe seu comentário