Empresários voltam a reclamar de atrasos nos repasses feitos pela Urbs

O Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp) protocolou, na Urbs, a empresa que gerencia o sistema capital, um pedido para que a entidade preste contas sobre a destinação dos recursos do sistema de transporte alocados no Fundo de Urbanização de Curitiba (FUC). O Setransp reclama dos repasses para os empresários do setor. De acordo com a entidade, a dívida da Urbs com as empresas de ônibus chega a R$ 2,1 milhões. O presidente do Setransp, Maurício Gulin, afirmou que os atrasos acontecem desde o início do segundo semestre deste ano.

Ainda de acordo com Maurício Gulin, a preocupação aumenta, porque nesta terça-feira é dia de pagar o adiantamento salarial para motoristas e cobradores de ônibus da Grande Curitiba.

Em nota, a Urbs informa que o 13º salário de motoristas e cobradores está previsto na tarifa técnica recebida pelos empresários ao longo do ano, o que significa que em torno de R$ 20 milhões já foram repassados desde fevereiro às empresas para esta finalidade. Ainda de acordo com a nota, a Urbs trabalha para fazer os pagamentos do transporte coletivo com a maior brevidade possível. A empresa que gerencia o sistema informa ainda que a receita de passagens pagas em dinheiro já fica com as empresas e representa cerca de 40% dos recursos.

Repórter Flávio Krüger



Categorias:Cidade

Tags:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: