imagem
Foto: Reproducao Facebook Marcelo Araújo

O ex-secretário municipal de trânsito Marcelo Araújo e o vidente Chik Jeitoso, foram presos na manhã desta terça-feira durante uma operação realizada pelo Departamento de Inteligência do Estado. Eles são acusados de tentar extorquir políticos, empresários e até celebridades da televisão. Os valores, segundo a polícia, passam de R$ 5 milhões

A operação começou às seis da manhã. Cerca de 20 policiais civis e militares do Departamento de Inteligência do Estado do Paraná cumpriram dois mandados de prisão e um de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para prestar depoimento.

Também foram expedidos pela Justiça nove mandados de busca e apreensão. A operação, batizada como Lomax, aconteceu em Curitiba e na região metropolitana.

O objetivo seria localizar e prender Marcelo Araújo e Chik Jeitoso, ambos acusados de extorsão envolvendo valores milionários. A terceira pessoa que estaria envolvida, uma mulher, é suspeita de agir em conluio com a dupla.

As vítimas são empresários, políticos e até artistas de televisão. Os dois homens estariam pedindo R$ 5 milhões em apenas um dos casos, para que as acusações contra as vítimas fossem retiradas de redes sociais e blogs na internet.

De acordo com o delegado Renan Pereira, do Departamento de Inteligência do Paraná, Chik Jeitoso tinha muita habilidade para difamar pessoas. Um dos casos ocorreu logo após uma audiência, em que ele teria se comprometido na frente de um juiz a não cometer mais crimes contra a honra.

Segundo o delegado, o advogado Marcelo Araújo intermediava as negociações entre Chik Jeitoso e os advogados das vítimas

Sobre a mulher que também teia participação no esquema, a delegada Juliana Maciel Busato da Lapa, disse que ela registrou um boletim de ocorrência contra um dos extorquidos.

Chamou a atenção é que o suposto crime teria ocorrido há mais de 20 anos. Ela receberia aproximadamente 500 mil para registrar a queixa na polícia.

Chik Jeitoso e Marcelo Araújo já foram candidatos à vereador na cidade, mas nunca se elegeram. Chik Jeitoso é conhecido em Curitiba pelas suas folclóricas previsões envolvendo o futuro no cenário político e artístico.

Já o advogado Marcelo Araújo disputou as últimas eleições, mas não teve uma votação expressiva. Ele foi secretário de trânsito na gestão de Luciano Ducci.

No entanto ele se envolveu em uma polêmica e foi exonerado. Em 2012, Marcelo Araújo tinha perdido a CNH por excesso de multas de trânsito e precisou fazer um curso de reciclagem.

Deixe seu comentário