Presidente da Câmara assume Prefeitura de Araucária após prisão do prefeito Rui Souza (PTC)

15_posse_prefeito_roberto_mota3_1482262835

Em cerimônia rápida na tarde desta terça-feira (20) na Câmara Municipal de Araucária, o vereador Wilson Roberto David Mota (PSD) assumiu o comando da Prefeitura de Araucária. Foto: Site Prefeitura de Araucária

Em cerimônia rápida na tarde desta terça-feira (20/12) na Câmara Municipal de Araucária, o vereador Wilson Roberto David Mota (PSD) assumiu o comando da Prefeitura do município. A posse ocorreu após a prisão preventiva e afastamento do prefeito Rui Souza (PTC) na manhã de hoje em operação deflagrada pelo Gaeco.

Já na Prefeitura, o prefeito Wilson Roberto assinou o decreto que autoriza o pagamento do 13º salário aos cinco mil servidores municipais.

SOBRE OPERAÇÃO “FIM DE FEIRA” – O prefeito afastado de Araucária, Rui Alves de Souza, teria usado a situação financeira do município para justificar a cobrança de propina de empresários.

As empresas que entrassem no esquema teriam “preferência” ao serem pagas pela prefeitura.O político do PTC foi preso nesta terça na “Operação Fim de Feira”.

Rui Alves, do PTC, era vice-prefeito e assumiu a chefia do executivo municipal em julho quando o então prefeito, Olizandro Ferreira (PMDB), renunciou por razões médicas.

Nesta terça, Rui Alves foi preso na “Operação Fim de Feira” do, Gaeco, o Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado. Ele e outros servidores municipais são investigados pelos crimes de concussão, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

O Ministério Público afirma que o grupo cobrava dinheiro de empresas contratadas pela Prefeitura em troca de vantagens na negociação de contratos e pagamentos.

O coordenador do Gaeco, Leonir Batisti, fala que a negociação de propinas se intensificou após a derrota do político nas eleições de outubro.

As investigações ainda estão em andamento. Por enquanto, o Gaeco não conseguiu identificar quantas empresas fizeram parte das irregularidades e quanto dinheiro foi movimentado.

Ao negociar com os empresários, o prefeito teria usado a situação financeira do município para justificar a cobrança de propina.

A prisão preventiva de Rui Alves foi determinada pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). Além dele, foi preso o ex-secretário de Finanças, Fábio Antonio da Rocha.

Também foi emitido o mandado de prisão de um terceiro suspeito. O homem não era funcionário do município, mas agiria como um “sub-prefeito” na negociação das vantagens indevidas.

O suspeito continua foragido. Ao pedir a prisão preventiva do prefeito de Araucária, a justiça também determinou o afastamento dele do cargo. Na tarde desta terça feira (20), o presidente da Câmara Municipal de Araucária, Wilson Roberto David Mota (PSD) assumiu a prefeitura.

Repórter Ana Krüger



Categorias:Polícia

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: