Dupla de colombianos suspeita de integrar quadrilha de agiotagem é presa

Foto: Polícia Civil.

Foto: Polícia Civil.

Dois colombianos, suspeitos de integrar uma organização criminosa de agiotagem, foram presos na “Operação Conexão Colômbia” da Polícia Civil. A dupla está ilegal no Brasil e foi flagrada em um apartamento no bairro Portão, em Curitiba, na quinta feira (22).

As investigações do 10º Distrito Policial começaram quando a equipe policial recebeu informações sobre a localização do que seria o “Quartel General” da quadrilha. Um homem de 28 anos e o primo dele, de 24, foram autuados em flagrante pela polícia. No local foram encontradas 200 gramas de maconha e vários documentos usados pelos agiotas.

De acordo com investigações, a quadrilha concedia empréstimo de comerciantes e em seguida cobrava a dívida com altos juros. Caso a vítima não pagasse o empréstimo em cerca de vinte dias, era ameaçada de morte. Em alguns casos o grupo chegou a levar pertences das vítimas como forma de pagamento.

Como os dois colombianos estão em situação ilegal no país, o Setor de Imigração da Polícia Federal foi comunicado e deve tomar as providências cabíveis. Ambos vão responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação criminosa e agiotagem.

A Polícia Civil investiga os membros da organização criminosa há cerca de oito meses. Em setembro, um homem de 30 anos, também integrante da quadrilha, foi preso no bairro Sitio Cercado. A partir da prisão desse suspeito foi possível chegar até os demais integrantes da quadrilha.

Repórter: Ana Krüger.



Categorias:Polícia

Tags:, ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: