Bombeiros registraram 52 casos de queimaduras com águas vivas no primeiro fim de semana da temporada

Os veranistas que estão aproveitando as praias do litoral do Paraná nesta época do ano devem ter atenção redobrada ao se banhar no mar. Foto: SESA

Foto: SESA

Balanço do Corpo de Bombeiros aponta que neste primeiro fim de semana da temporada foram registrados 52 acidentes com águas-vivas no litoral paranaense: em média 17 envenenamentos por dia, entre a sexta-feira (23) e o domingo (25).

Os dados constam de um relatório de serviço divulgado pelo 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros, que é a unidade que atende as praias.

A estrutura para o atendimento a esse tipo de acidente já está reforçada desde o início do mês, com a compra de cerca de 600 litros de vinagre para abastecer os postos do Corpo de Bombeiros e os prontos-socorros do Litoral, isso porque a substância é eficaz contra a ação do veneno da água-viva e ainda alivia a dor causada pela queimadura.

A ação foi motivada pelas chances de aumento na quantidade de ocorrências: na temporada passada o litoral registrou cerca de 14 mil acidentes com o animal, a maioria em Matinhos, Pontal do Paraná e Guaratuba.

Além do fornecimento de material para lidar com possíveis envenenamentos nas areias, técnicos da Secretaria da Saúde monitoram a situação na costa paranaense, conforme explicou a chefe da Divisão Estadual de Zoonoses e Intoxicações, Tânia Portella

Em caso de queimadura, a orientação é sempre buscar atendimento em um posto de guarda-vidas, lavar o local apenas com água do mar e aplicar vinagre na área atingida para neutralizar ação da toxina, além de nunca esfregar as mãos na pele lesionada.

Em pessoas mais sensíveis ou alérgicas, o contato pode causar reações, como náuseas, vômitos ou dificuldade para respirar. Nesses casos, a vítima deve sempre buscar imediatamente uma unidade de saúde.

Além das dezenas de acidentes com água-vivas, o último fim de semana teve ainda 31 salvamentos e resgates aquáticos por causa de afogamentos além de mais de 2.600 orientações e 980 advertências a banhistas durante os três dias.

Conforme informações dos Bombeiros, uma vítima de afogamento foi encaminhada para o hospital em parada cardiorrespiratória, por volta das 19h do domingo (25). Foi encontrada totalmente submersa por uma das equipes, em Guaratuba.

Ainda dentre as situações atendidas pelos bombeiros no fim de semana, houve uma morte: de um rapaz de 24 anos, que estava na Praia Brava de Matinhos com amigos, foi vítima de um mal súbito. Segundo a corporação, o grupo relatou que desceu a Serra de bicicleta e que no percurso, iniciado em Araucária, o homem já teria se sentido mal, situação que se repetiu na tarde de sábado. Os guarda-vidas foram acionados por volta das 14h, mas quando chegaram até o rapaz ele estava em parada cardíaca. Os profissionais tentaram reanimar a vítima, que não reagiu e morreu ainda na areia. Uma ambulância e o helicóptero do Corpo de Bombeiros foram deslocados para prestar apoio à situação.

O balanço do Corpo de Bombeiros traz ainda treze casos de crianças perdidas na areia que foram atendidas pelas equipes, e quatro incêndios, três acidentes de trânsito e quinze atendimentos pré-hospitalares; tudo entre a sexta-feira e o domingo.

Repórter Cristina Seciuk



Categorias:Paraná

Tags:,

1 resposta

  1. Qual tipo de vinagre é o mais eficaz para utizar em queimaduras por água vivas?

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: