Fruet decreta recesso nos últimos dias úteis do mandato; “triste fim”, diz eleito Rafael Greca

greca-e-fruet

Em decreto publicado no Diário Oficial de Município o prefeito Gustavo Fruet estabeleceu recesso na administração nos últimos três dias úteis do mandato. O eleito Rafael Greca reagiu e falou em “triste fim” para o antecessor.

 O decreto consta da edição da última quinta-feira (22) do Diário Oficial da cidade.

No texto, o prefeito Gustavo Fruet estabelece recesso nas repartições públicas da Administração Direta do Município nos dias 28, 29 e 30 de dezembro, de quarta a sexta-feira, três últimos dias úteis de 2016.

O texto ainda autoriza as autarquias e fundações públicas, as sociedades de economia mista e empresas públicas municipais a adotar o mesmo regime de recesso, contanto que garantam o atendimento a serviços essenciais.

No decreto, a justificativa dada para o recesso é o princípio da economicidade no serviço público, mais especificamente no que se refere aos gastos com energia elétrica, água, transporte, serviço de telefonia, material de consumo, entre outros.

O decreto alega aindaque se considerou a efetiva redução do público que busca atendimentos de rotina em razão das festividades de Natal e de Ano Novo para defender o estabelecimento dos dias parados.

Conforme detalhamento divulgado pela prefeitura nesta segunda-feira, o decreto tem impacto principalmente na parte administrativa do município, como as secretarias.

As unidades básicas de saúde vão funcionar normalmente até a quinta-feira e só estarão fechadas na sexta-feira (30). Já as UPAs terão expediente normal, 24h por dia.

A Urbs também só não terá atendimento ao público na sexta-feira. Já o transporte coletivo funciona em horário padrão durante todos os dias da semana.

Após a divulgação do decreto de Fruet, o prefeito eleito Rafael Greca se manifestou, em nota. No texto, ele fala em triste fim para o antecessor. Segundo ele, as medidas adotadas “revelam o descaso da gestão do prefeito Gustavo Fruet para com a cidade e sua população”.



Categorias:Cidade, Política

1 resposta

  1. Todos de perna para o ar. Atrás do Jardim Botânico tem um pavilhão em ruínas…e milhares de turistas tiram fotos da estufa. E nela aparece o cartão postal….a ruína enferrujada. Mas sempre tem uma explicação para isso…só que não resolve o problema….mas piora. E a Urbs não pára….porque os guardinhas multando arrecadam dinheiro para a cidade….E vai para onde este dinheiro?

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: