Cansados de “remendos”, comerciantes pedem solução definitiva para alagamentos no Centro

Foto: Ana Krüger.

Foto: Ana Krüger.

Após o temporal de segunda feira, o cruzamento da Avenida Visconde de Guarapuava com a Rua Desembargador Westphalen, no centro de Curitiba, está em obras. Reféns dos alagamentos, comerciantes e moradores esperam que o problema seja resolvido definitivamente.

Esse é o desabafo do comerciante Élio Pinheiro. Ele trabalha em um estacionamento na Rua Desembargador Westphalen quase na esquina da Avenida Visconde de Guarapuava, no centro de Curitiba, e já viu muitos remendos serem feitos naquele cruzamento.

A reclamação do Élio se junta a de vários outros comerciantes, moradores e pedestres que passam pela região. Basta cair uma chuva um pouco mais forte que o asfalto incha e os bueiros transbordam.

A última vez que isso aconteceu foi na segunda feira (2), após um forte temporal. Diante do estrago, nesta terça (3) a prefeitura de Curitiba começou as obras de reparo do asfalto e das tampas das galerias pluviais do cruzamento. O conserto deve ser concluído até sexta feira (6).

Sem a garantia definitiva do fim dos alagamentos, os comerciantes tentam manter as atividades e evitar prejuízos.

O restauro emergencial não vai resolver o problema dos alagamentos, adianta o município. A solução definitiva é ampliar a capacidade das galerias pluviais que, hoje, estão sobrecarregadas com o volume de chuva. Para isso, a prefeitura deve buscar apoio dos governos estadual e federal.

Repórter: Ana Krüger.



Categorias:Cidade

Tags:, , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: