Obra de revitalização do Contorno Sul, anunciada em 2014, não tem previsão de início

O Governo Federal ainda não tem qualquer previsão de quando vai começar a obra de revitalização do Contorno Sul.

A reforma do trecho foi anunciada pela primeira vez em 2014, na campanha de reeleição da ex-presidente Dilma.

A revitalização prevê uma nova pista nos dois sentidos, sete trincheiras e viadutos, cinco passarelas para pedestres, entre outras melhorias.

O Contorno Sul é de responsabilidade do Governo Federal. A via faz parte do traçado da BR 376 e fica no trecho entre a BR 116, no sentido Porto Alegre, e a BR 277, sentido Ponta Grossa. Por ali, passam cerca de 50 mil veículos por dia, nos dois sentidos – 30% correspondem a ônibus e caminhões.

Em junho, a reportagem da CBN Curitiba foi até o Contorno Sul e relatou a rotina de acidentes na região. Motoristas, pedestres e ciclistas arriscam a vida diante da falta de estrutura. Desde então, nada mudou por lá.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) explica que, diante da crise econômica e política, vários projetos foram suspensos ou postergados. O órgão informa que não há sequer previsão de quando a licitação vai ser lançada. A última previsão divulgada pelo DNIT era de que a concorrência seria anunciada em julho/agosto do ano passado.

Em uma das estimativas de mercado, a previsão era de que a obra custasse mais de R$ 400 mi. O orçamento real é sigiloso, segundo o DNIT. A previsão é de que, começada a obra, tudo fique pronto em três anos.

Repórter Ana Krüger



Categorias:Cidade

Tags:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: