Matinhos, 05 de Janeiro de 2017. Balanço quinzenal do Verão Paraná, realizado no Sesc Caiobá. Na foto: Coronel Adilson Castilho Casitas, Chefe da Casa Militar e coordenador estatual do Verão Paraná.
Matinhos, 05 de Janeiro de 2017. Balanço quinzenal do Verão Paraná, realizado no Sesc Caiobá. Na foto: Coronel Adilson Castilho Casitas, Chefe da Casa Militar e coordenador estatual do Verão Paraná.

Nos primeiros 15 dias da Operação Verão, houve redução de aproximadamente 30% nos índices gerais de criminalidade no litoral, segundo o Governo do Paraná. Além disso, houve aumento nas autuações por perturbação do sossego e diminuição no número de afogamentos.

O Governo do Paraná divulgou o primeiro balanço da Operação Verão com inúmeras ações sendo realizadas nas praias do estado. Em 15 dias, houve redução de 25% no número de furtos e de 39% nos roubos em relação ao mesmo período do ano passado. Até o momento, foram 148 prisões, 122 Termos Circunstanciados e sete armas de fogo apreendidas.

De acordo com o Coordenador do Verão Paraná e Secretário Chefe da Casa Militar, coronel Adilson Castilho, já houve uma redução de aproximadamente 30% nos índices gerais de criminalidade no litoral.

O maior número de ocorrências até o momento foi de perturbação do sossego, com aumento de 40% nas autuações em comparação com 2016. Há também, segundo o coronel, um índice elevado de flagrantes por embriaguez ao volante.

Desde o início do Verão Paraná, somente no litoral, o Corpo de Bombeiros fez 288 salvamentos e emitiu nove mil advertências para os banhistas nas areias, além de atender 333 situações de afogamento, com quatro mortes. Há uma incidência grande de acidentes com água-viva, mas por outro lado, o número de afogamentos é menor em relação ao mesmo período de 2016.

Na área da saúde, já foram feitos quase 23.300 atendimentos nas unidades de saúde do litoral, além de 495 remoções pelo Samu.

Repórter Tabata Viapiana

Deixe seu comentário