Bandidos explodem carro forte na BR 277 em Morretes

Este slideshow necessita de JavaScript.

Usando armamento de guerra, assaltantes explodiram um carro-forte na BR 277 entre Curitiba e o litoral paranaense. A rodovia ficou aproximadamente 6 horas interditada. Dois motoristas foram presos, depois de recolher parte do dinheiro que ficou espalhado na pista.

De acordo com a PM, por volta das 20 horas os assaltantes renderam o motorista de um caminhão e usaram o veículo para bloquear a pista.

Foi na altura do km 43 sentido Paranaguá. Quando o carro-forte passou pelo local, houve troca de tiros com os seguranças que estavam no veículo.

Os criminosos dirigiam três veículos: uma caminhonete Toyota Hilux, um Fiat Doblô e um Ford Ecosport. Eles estavam com uma metralhadora calibre ponto 50, usada por forças armadas em períodos de guerra.

Os quatro seguranças do carro forte fugiram para um matagal na região. Os assaltantes explodiram o carro-forte ainda na rodovia. A Policia Militar foi acionada. A BR – 277 ficou interditada por seis horas, e só foi liberada por voltas das 02:00.

Um dos carros utilizado pelos assaltantes, a caminhonete, foi abandonada e encontrada algumas horas depois com dois malotes de dinheiro.

Dois motoristas que estavam passando pela rodovia e tentaram pegar o dinheiro que ficou espalhado na pista foram presos e encaminhados para a delegacia de Morretes, no litoral.

Diversos usuários da BR comentaram a situação em redes sociais.

Até a manhã desta terça-feira (10) os assaltantes não tinham sido localizados. Os quatro seguranças do carro forte foram resgatados sem ferimentos.

Um dos policiais que participaram da ação, Major Cesar Kamakawa, disse que os criminosos atiraram com a metralhadora no motor do carro-forte para conseguir parar o veículo. Uma caminhonete modificada foi utilizada

O major falou também sobre a prisão dos sois homens que foram flagrados tentando pegar o dinheiro deixado pelos assaltantes na rodovia. Eles devem responder pelo crime de furto.

Segundo a PM, uma pessoa ficou ferida por causa dos estilhaços que foram lançados depois da explosão. A vítima foi encaminhada para o Hospital Regional de Paranaguá onde passou por uma cirurgia, e não corre risco de vida.

Até por volta das 11 horas desta terça-feria (10), a informação era de que a PM e a PRF permaneciam fazendo buscas pela região para localizar os criminosos.

 



Categorias:Polícia

Tags:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: