Foto: Paraná Portal / Reprodução Facebook
Foto: Paraná Portal / Reprodução Facebook

Foi demitida a enfermeira do Hospital Pequeno Príncipe que amputou o dedo de um bebê durante o atendimento. O caso aconteceu em dezembro. O paciente tinha onze meses na época.

Ao confirmar a demissão da enfermeira, o Hospital Pequeno Príncipe informou que, após investigação, ficou comprovada a falha da profissional. Em nota, a instituição afirmou que, em 97 anos, este foi o primeiro incidente deste tipo. A partir do episódio, o hospital reavaliou todos os protocolos.

O caso aconteceu no dia 12 de dezembro. Na época,Jakeciane Moraes, mãe do paciente Kauan, relatou nas redes sociais o que tinha acontecido. A família é de São Mateus do Sul, na região sul do Paraná. Kauan, de apenas onze meses de idade, tinha sido transferido para Curitiba devido a problemas cardíacos.

Logo que foi internado, as fitas que prendiam um acesso no braço do bebê precisaram ser trocadas. Em entrevista à CBN, Jakeciane contou que, durante o procedimento, a enfermeira que fazia a troca cortou um dos dedos de Kauan.

Na época, o hospital esclareceu que a troca das bandagens é um procedimento padrão quando o paciente dá entrada na instituição.Segundo Jakeciane, os médicos disseram que um dos tendões do dedo de Kauan foi rompido. Por isso, não vai ser possível reconstruir o membro.

De acordo com o Hospital Pequeno Príncipe, as negociações sobre o pedido de indenização feito pela família ainda estão em curso.

Repórter Ana Krüger

Deixe seu comentário