Sábado acontece mais uma feira do vinil na Boca Maldita

Foto: Fábio Buchmann

Os números mostram: O disco de vinil é literalmente um sobrevivente. Esteve na UTI na década de 1990 depois que os Cd’s se consolidaram no mercado.

Mas os chamados bolachões recuperaram o vigor e voltaram com força. As vendas de vinil nos Estados Unidos no ano passado subiram 26% em relação a 2015, segundo dados publicados pela consultoria BuzzAngleMusic.

Já as vendas digitais caíram 25% em faixas individuais e 19% para álbuns. Na Inglaterra em 2016 o aumento foi de 53% em relação a 2015, segundo a Indústria Fonográfica Britânica.

No Brasil a história de crescimento se repete, mas ainda sem números divulgados. Em Curitiba têm ocorrido várias feiras onde fãs de música e colecionadores podem comprar, trocar ou vender. Neste sábado acontece mais uma na Boca Maldita.

Um dos organizadores, Marcos Ramos Duarte, disse que o mercado está se readaptando ao retorno do Vinil. A indústria fonográfica brasileira tem relançado clássicos, e a nova geração de artistas, inclusive da cena local, tem optado por lançar as obras em LP.

O público do vinil é eclético, mas em Curitiba, um estilo musical tem uma legião maior de fãs que compra discos.

Alguns discos são vendidos a peso de ouro, mas os valores no geral, são bem acessíveis.

A Feira deste sábado acontece no antigo Hotel São Bráz na Boca Maldita. O evento vai das 10:00 às 19:00.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Repórter Fábio Buchmann



Categorias:Cidade

Tags:,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: