Curitiba amanhece com passagem de ônibus mais cara

Foto: Fábio Buchmann

Foto: Fábio Buchmann

Curitiba amanheceu com a passagem de ônibus mais cara entre as capitais. Desde a manhã desta segunda-feira a tarifa subiu de R$ 3,70 para R$ 4,25.

Ao justificar a necessidade do aumento da tarifa para reequilibras as contas do transporte público, o prefeito Rafael Greca afirmou que a principal razão do sucateamento foi a manutenção do sistema, por quase dois anos, apenas com verba municipal.

Para Greca, a política não funcionou e apenas adiou responsabilidades. Mensagens em defesa do reajuste da tarifa foram publicadas na página do Facebook do prefeito.

Em um dos posts, Greca usou um dos vídeos da campanha eleitoral, onde afirma que não mentiu sobre a revisão do valor da tarifa.

A medida repercutiu de forma negativa entre os usuários, mas a AI da Prefeitura, informou à CBN que isto já era esperado. Quem recarregou o cartão transporte até este domingo continua pagando R$ 3,70.

Quem não fez a recarga até o fim do prazo, já precisou desembolsar o novo valor. Foi o caso de Michelle do Nascimento. Ela pega ônibus todos os dias para trabalhar no Centro de Curitiba. Ela discorda da justificativa da prefeitura para reajustar as tarifas.

Michelle disse que os usuários de ônibus na cidade acabam ficando sem alternativas.

Outro passageiro ouvido pela CBN, Avair Alvez, mora em Araucária e precisa levantar de madrugada para chegar ao trabalho perto da Praça Rui Barbosa no centro da capital.

Ele reconhece que a frota está sucateada. No entanto, segundo ele, os R$0,55 a mais em cada passagem vai pesar no orçamento familiar.

Já Gilvonete Aparecida de Souza disse que não esperava um reajuste tão repentino. Ela também acha que o aumento não precisava ocorrer agora.

Por causa do reajuste um protesto está marcado para o final da Tarde. Intitulada “4,25, eu não aceito” a manifestação ocorre na Praça 19 de Dezembro no Centro Cívico.

Um dos organizadores, que pediu para não ser identificado, disse que trata-se de um protesto sem relação com partidos políticos. Os manifestantes devem sair em passeata, mas não há um trajeto definido.

O roteiro será decido depois de uma assembleia que será realizada no local.

A manifestação foi convocada pelas redes sociais.

Repórter Fábio Buchmann



Categorias:Cidade, Geral

Tags:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: