Urbs estuda pacote de medidas para “enxugar” gastos dos sistema

9b7e5b44-752a-4a7b-a2ed-475aa76ddceb

Um pacote de mudanças na legislação municipal deve ser enviado pela Urbs à Câmara Municipal de Curitiba nos próximos dias. A proposta ainda está em estudo e é uma tentativa de enxugar os gastos do sistema de transporte público coletivo.

Segundo a Urbs, a dívida acumulada pela empresa é de R$ 36 milhões. Todo mês, o déficit aumenta R$ 2,5 milhões.

As mudanças foram discutidas com vereadores da Comissão de Serviço Público da Câmara Municipal, na quarta feira. O presidente da urbs, José Antônio Andreguetto, afirmou que o pacote deve incluir a redução dos ônibus em que há cobradores.

Hoje, apenas os micro-ônibus podem circular sem o cobrador. A alteração seria gradual e deve ser debatida com motoristas e cobradores.

A Urbs também analisa reduzir a validade dos créditos do cartão transporte. De acordo com Andreguetto, há passagens compradas há cinco anos, por R$ 2,20, sendo usadas até hoje. Nesse caso, a solução apresentada pela prefeitura é mudar o sistema de carregamento do cartão. Ao invés de ser carregado pela quantidade de passagens, o sistema iria se basear no dinheiro disponível.

Outra medida a ser anunciada é a revisão das gratuidades. Os 177 mil idosos e pessoas com deficiência devem passar por um recadastramento nos próximos meses. O objetivo é verificar que está utilizando o benefício.

 

Repórter Ana Krüger



Categorias:Cidade

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: